Nossa, que surpresa!

.Imagem

E Muricy Ramalho, finalmente, caiu!

Não que eu seja daqueles que o acham ultrapassado, ruim etc. Tampouco, penso que o “não olhar para a base” fosse motivo para torcer pela queda, como muitos outros santistas fizeram.

Ao contrário, acho Muricy um grande treinador. Se não achasse, o dólar continuaria onde está. A carreira, os números e os títulos do pouco simpático professor (considero uma virtude em tempos em que imagem supera performance) falam por ele. Minha opinião não o deixaria mais rico e nem, certamente, mais pobre.

Ocorre que a queda do técnico e de seu bordão “aqui é trabalho” está atrasada em pelo menos um ano. E creio que isso é mais importante do que parece.

Muricy chegou ao Santos num momento delicadíssimo, o clube optara equivocadamente por Adilson Batista, claudicava na Libertadores, apesar do elenco qualificado e caro. Ele veio na fogueira, venceu e trouxe o improvável título da Libertadores. Nada fez no Brasileiro, ninguém faria.

Além do torpor normal trazido pelo título sulamericano, e a contusão de Ganso, seguidas convocações de diversos atletas, entre eles Neymar, esfacelaram o time. Perdemos do Barcelona , de forma humilhante. Não sei se poderia ser diferente.

Vieram 2012, o título paulista e a boa campanha na Libertadores até a eliminação para o Corinthians (na Vila Belmiro, principalmente). O que vimos a partir daí?

Um desmanche. Saíram Fucile, Elano, Ibson, Borges, Ganso e vieram João Pedro, André, Patito (RISOS), entre outras feras. A diretoria, ou o Conselho de Gestão (CG) para parecer mais moderno, sinalizavam aí o que ocorria. Chegamos ao ápice, era necessário (era?) reformular e o processo foi bastante mal conduzido. Culpa do treinador? Duvido.

Veio 2013, acabou-se o centenário (ele existiu, lembram? (teve até um show do Chitaozinho e Xororó)), e a sensação de “agora vai” voltou, o resultado foi o que vimos até agora com Cícero, Montillo (quanto custou?), Willian José etc.

Não leiam estas mal traçadas linhas como quem lê um lamento. Acompanho, de perto ou de longe, o futebol há muitos anos para entender que as coisas neste esporte obedecem ciclos. O Santos iniciou um, muito vitorioso, em 2010 e o encerrou em maio de 2012. Ali devia ter decidido pela saída, ou manutenção longa do trabalho do treinador. Este, deveria ter ciência de que reforços não viriam e deveria saber se lhe convinha ou não permanecer.

Ao optar por mantê-lo com Neymar e mais “ninguém”, o CG ganhou um ano de esperança vã de que a decadência poderia ser revertida a qualquer momento.

Ao demiti-lo hoje, o mesmo CG transfere os holofotes às especulações em torno de um novo técnico, certo de que dúvidas sobre, por exemplo, as operações financeiras tanto no jogo de Brasília como na venda de Neymar ficarão em segundo plano.

Pouco me importa quem substituirá Muricy. Ao Santos, com este elenco, cabe brigar para permanecer na divisão de elite e isso ocorreria com ou sem o treinador ranzinza. Prefiro, por ora, ver o boletim financeiro do jogo contra o Flamengo (que insiste em não estar publicado até o momento de publicação deste texto) e necessito saber por quanto se vendeu Neymar.

Por quanto, de fato, desistimos do projeto revolucionário que quebrava paradigmas no futebol mundial? Por quanto desistimos de vender o espetáculo para voltar a vender artistas?

Não, não sairão 6 ou 7 jogadores da base para encantar o Brasil nos próximos meses. Isso não acontece no futebol e nem no Santos (olhe bem pra história recente e observe a periodicidade e o contexto em que revelações surgiram).

Que tenhamos paciência e esperança, virtudes de quem ama, mas que não nos esqueçamos de que no futebol, como na vida, a verdade vem com o tempo.

Comemore aí a saída do Muricy, ele permanecerá na história do Santos como um vencedor, doa a quem doer. Mas estejamos atentos a este processo tardio de renovação que se inicia, dele depende nosso futuro próximo onde esperamos voltar a vencer. O momento é de tensão e de muita, muita atenção.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: